Sex, 07 de julho de 2017, 15:50

Workshop "Marcas de qualidade em carne" discute produção e comercialização dos produtos cárneos
Evento fez parte das atividades do ‘Programa Iberoamericano de Ciencia y Tecnologia para el Desarrollo’
Workshop reuniu professores dos departamentos de Zootecnia, Nutrição, Geografia e Tecnologia Alimentar. (fotos: Dayanne Carvalho (bolsista) e Márcio Santana / Ascom-UFS)
Workshop reuniu professores dos departamentos de Zootecnia, Nutrição, Geografia e Tecnologia Alimentar. (fotos: Dayanne Carvalho (bolsista) e Márcio Santana / Ascom-UFS)

Após os escândalos recentes que envolveram algumas marcas de carne nacional e alarmaram os consumidores locais e os exportadores, os brasileiros parecem estar um pouco mais preocupados com a procedência e a qualidade da carne que põem à mesa.

Veja as fotos do evento.

No entanto, essa qualidade sempre foi uma preocupação daqueles que lidam com a ciência da produção animal. Na última quarta-feira, 5, o Programa de Pós-graduação em Zootecnia (Prozootec) reuniu pesquisadores, alunos e professores de cursos afins para o workshop “Marcas de qualidade em carne”, que discutiu a produção e comercialização de carnes no Brasil e em outros países.

O workshop, que faz parte das atividades do Programa Iberoamericano de Ciencia y Tecnologia para el Desarrollo, contou com a palestra do professor Alfredo Jorge Costa Teixeira, da Escola Superior Agrária – Instituto Politécnico de Bragança (Portugal), e com uma mesa redonda composta por professores dos departamentos de Zootecnia, Nutrição, Geografia e Tecnologia de Alimentos.


"Esse evento trouxe mais uma ferramenta para melhorar as condições da produção de carne", destaca o mestrando do Prozootec Carlos Adriano Moraes.
"Esse evento trouxe mais uma ferramenta para melhorar as condições da produção de carne", destaca o mestrando do Prozootec Carlos Adriano Moraes.

Para Carlos Adriano Morais, mestrando do Prozootec que trabalha com a qualidade da carne de peixe, as discussões do workshop foram fundamentais. “Uma coisa que vem sendo bastante debatida é a concorrência no mercado e as condições de produção para obtenção de um produto diferenciado em termos de preço e qualidade, e esse evento trouxe mais uma ferramenta para melhorar as condições dessa produção”, destaca.

Alfredo, que também faz parte da rede temática Marcas de Qualidade de Carne e Produtos Cárneos Íbero-Americanos (Marcarne), falou sobre a importância de produzir marcas de qualidade das carnes e produtos cárneos que sejam reconhecidas em todo o espaço ibero-americano (Argentina, Brasil, Cuba, Chile, Equador, Espanha, Paraguai, Portugal, México e Uruguai).


Evento contou com a presença do professor Alfredo Jorge Costa Teixeira, da Escola Superior Agrária – Instituto Politécnico de Bragança (Portugal).
Evento contou com a presença do professor Alfredo Jorge Costa Teixeira, da Escola Superior Agrária – Instituto Politécnico de Bragança (Portugal).

Segundo o professor, a formação de profissionais da área de Zootecnia no Brasil e em Sergipe contribui para a organização da produção e para a qualidade dos produtos cárneos, já que estimulam a sustentabilidade e facilitam sua valorização no mercado. “Isso não é um trabalho de um país ou grupo, mas de uma escala global. É preciso haver uma organização da produção, certificação desses produtos no mercado interno brasileiro e a extensão dessas marcas para que haja a utilização de Portugal e Espanha como portas de entrada para o mercado europeu”, explica Alfredo.


Elma Regina Wartha, professora do Departamento de Nutrição (Dnut), acredita que é preciso discutir o tema com mais frequência em sala de aula.
Elma Regina Wartha, professora do Departamento de Nutrição (Dnut), acredita que é preciso discutir o tema com mais frequência em sala de aula.

De acordo com a professora do Departamento de Nutrição (Dnut) Elma Regina Wartha, é preciso que haja mais discussões sobre o tema na sala de aula. “Trazer para os alunos a visão do empreendedorismo focando na produção do produto”, ressalta.


"Todas as palestras voltadas para as ciências agrárias servem para agregar conhecimento à minha formação", afirma a estudante de Zootecnia Francielle Dantas.
"Todas as palestras voltadas para as ciências agrárias servem para agregar conhecimento à minha formação", afirma a estudante de Zootecnia Francielle Dantas.

Para Francielle Dantas, que está finalizando sua graduação em Zootecnia, o tema chama tanto a sua atenção quanto de outros estudantes e pesquisadores da área. “Toda minha graduação foi voltada para a bovinocultura leiteira, mas por eu ainda estar na graduação, acredito que todas as palestras voltadas para as ciências agrárias servem para agregar conhecimento à minha formação”, relata a estudante.

Marcarne

A rede temática Marcas de Qualidade de Carne e Produtos Cárneos Ibero-Americanos (Marcarne) é uma rede que visa o intercâmbio de conhecimentos e a potenciação da cooperação, com a finalidade de definir estratégias para que se desenvolvam marcas de qualidade de carne e produtos cárneos, que possam ser reconhecidas em todo o espaço ibero-americano.

Entre as atividades realizadas pela rede está a organização de oficinas de divulgação sobre os procedimentos adotados para criar marcas de qualidade.


Atualizado em: Sex, 07 de julho de 2017, 16:44
Notícias UFS
Avaliação
UFS é destaque no Enade 2016
Enfermagem e Nutrição (ambos de Lagarto) e Fisioterapia (Aracaju) obtiveram nota máxima; veja nota de outros cursos