Sex, 20 de julho de 2018

Mais energia e menos despesa para a UFS
Angelo Roberto Antoniolli*
A Administração Pública, quer seja direta, quer seja indireta, nas três instâncias federadas, deve ser eficientemente planejada e, a partir daí, deve executar as correções de rumo, ou seja, as necessárias adequações, a fim de atender as demandas que vão surgindo. Como é do conhecimento geral, o campus da Universidade Federal de Sergipe em São Cristóvão, denominado Cidade Universitária Professor José Aloísio de Campos, começou a funcionar no início da década de 1980. E lá se vão 37 anos. Algumas adequações foram implantadas em sua infraestrutura, mas, muito mais do que as adequações, foram... +Informações
A UFS e o TRT
Angelo Roberto Antoniolli*
Ao longo de nossa gestão à frente da Universidade Federal de Sergipe, estando há menos de um ano do segundo mandato, como nos fora confiado pela comunidade acadêmica, temos procurado manter várias parcerias com entidades e órgãos públicos, os mais diversos. Do mesmo modo, temos procurado o apoio de agentes públicos e políticos, nos Poderes Executivo e Legislativo. Sobre isso, aliás, já publicamos, aqui, no JORNAL DA CIDADE, alguns artigos.            Entendemos que a prática administrativa deve nos levar à busca de soluções compartilhadas sempre que isso for possível e viável. Não podemos... +Informações
Uma área definitiva para o campus do Sertão
Angelo Roberto Antoniolli*
O campus da UFS no sertão sergipano, com sede provisória em Nossa Senhora da Glória, ainda se ressente de uma área onde possa instalar definitivamente. Depois de algumas marchas e contramarchas, em 2015, eis que uma solução pareceu viável de concretizar-se. Trata-se de uma fazenda pertencente à Embrapa. E à Embrapa sediada em Petrolina (PE), apesar de a mencionada fazenda situar-se na confluência dos municípios de Nossa Senhora da Glória e Feira Nova, mais para este do que para aquele.Ao tomarmos conhecimento da área, pouco explorada pela Embrapa, buscamos o apoio inicial da Embrapa... +Informações
Alice no País das Maravilhas, o Levítico, o goleiro Bruno e o mistério do texto
Oscilene de Souza*
A Poetisa Iara Vieira (1949-2003) Na época da graduação, fui aluna de Iara.Com ela, aprendi o essencial à produção escrita:“Não podemos dizer tudo no texto.O texto há de ter o seu mistério.É isso que faz o leitor ficar, é isso que faz o leitor pensar”.  Cada dia mais atual, a história de Alice no País das Maravilhas, contada há 150 anos pelo professor de matemática Charles Lutwidge Dodgson às irmãs Alice, Lorina e Edith Liddell, às margens do rio Tâmisa, Oxford, continua despertando o fascínio de adultos e crianças. Com o pseudônimo de Lewis Carroll, o britânico Ddogson entraria para a... +Informações
Cresce tensão fundiária na região do Baixo São Francisco em Sergipe
Por Michele Amorim Becker e Evaldo Becker*
As belas paisagens que compõem a foz do rio São Francisco voltam a ser cenário de ameaça e de violência por parte de fazendeiros sobre comunidades ribeirinhas. Apesar da região ser palco de litígios que correm na justiça desde 2011, e cujo processo encontra-se em tramitação na 9º Vara da Justiça Federal, em Propriá, a comunidade ribeirinha do Saramém, localizada no município de Brejo Grande, sente-se desprotegida pois, desde a semana passada, vem sofrendo ameaças de destruição de suas casas de taipa.Segundo relatos de moradores do povoado, em sua maioria pescadores artesanais que retiram... +Informações
Israel Roberto Barnabé
André Mauricio Conceição de Souza*
Não precisa ser muito religioso para saber as características e as diferenças entre um santo, um anjo e um mero pecador mortal. Eu sou um exemplo típico deste último, mas Israel, tive dúvidas desde quando o conheci. Descobri que não era um santo, quando recusou comer uma buchada, sarapatel ou qualquer comida carregada, como chamamos aqui no nordeste. Isso santo tem que fazer. A cada dia que o encontrava tinha mais certeza que mero pecador mortal ele não era e mais certeza também eu tinha que ele era um anjo. E assim, convencido disso, aprendi a ter um grande prazer em ter sua amizade. Fui... +Informações
Homenagem ao professor Israel Roberto Barnabé
*Maria Amália Vargas Façanha e Nelcivânia Oliveira Reis
Em 2009, nossa universidade recebia o professor Israel Roberto Barnabé em seu quadro de professores efetivos, através do Departamento de Relações Internacionais, na época, ainda Núcleo de Relações Internacionais. Contribuiu para a consolidação do seu departamento também como vice-coordenador (2010-2012) e como coordenador (2012) com sua vasta experiência como doutor em Ciências Sociais (Universidade Estadual de Campinas/Unicamp), com tese na área de Relações Internacionais, e como mestre em Sociologia (Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho/Unesp). Em 2016, iniciou outra... +Informações
Estado de Sergipe define os VRQs de seus solos para cumprimento a legislação ambiental
Alceu Pedrotti*
O solo atua frequentemente como um “filtro”, tendo a capacidade de depuração e imobilizando grande parte das impurezas nele depositadas. No entanto, essa capacidade é limitada, podendo ocorrer alteração da qualidade do solo, devido ao efeito cumulativo da deposição de poluentes atmosféricos, à aplicação de defensivos agrícolas e fertilizantes e à disposição de resíduos sólidos industriais, urbanos, materiais tóxicos e radioativos. Em função das características do solo, a água se infiltra e atravessa os diversos substratos horizontais, classificados de acordo com seu nível de saturação de... +Informações
Recondução de Angelo Antoniolli ao cargo de reitor
Discurso
Nos últimos 10 anos a Universidade Federal de Sergipe passou por mudanças estruturais no âmbito acadêmico e na sua infraestrutura, que resultaram na ampliação dos cursos de graduação e pós-graduação, mudanças estas traduzidas no crescimento das matrículas e na sua constituição como Universidade multicampi.Como todos sabem a UFS conta, atualmente, com 06 Campi: Campus Sede, Prof. José Aloísio de Campos, aqui em São Cristóvão; Campus da Saúde Prof. João Cardoso do Nascimento Júnior, em Aracaju; Campus Universitário Prof. Alberto Carvalho, em Itabaiana; Campus de Laranjeiras; Campus... +Informações
Geração sanduíche
Neilson Santos Meneses*
A evolução da sociedade nas últimas décadas produziu, em um sentido demográfico, uma ampliação da longevidade do brasileiro o que tem provocado um aumento do número de gerações coexistindo em um mesmo período histórico e social (em muitos casos também corresidindo). O resultado disso se configura na multigeracionalidade que aflora no contexto de mudanças sócio demográficas, com novos arranjos familiares, um novo padrão de fecundidade, um crescente processo de envelhecimento populacional, e por outro lado uma juventude extensiva (jovens que demoram mais tempo para se emancipar).Quando a... +Informações