Sáb, 24 de agosto de 2019

Dia do Servidor
Bianca Cidreira Cammarota
Pode ter sido ontem. Pode ter sido há meses ou anos...  você ainda deve se lembrar da emoção ao ver seu nome no Diário Oficial da União, na lista de aprovados para ingressar na UFS. No sorriso contido ao assinar o termo de posse.  Na expectativa quando entrou na seção a que foi designado.  No alívio de ter conquistado o que tanto desejou com tanto esforço. Na satisfação de perceber que alcançou a estabilidade que um emprego público proporciona em contraste com os imprevistos e oscilações do mercado de trabalho no setor privado. No recebimento do primeiro salário.Enfim... uma nova etapa na... +Informações
Mais energia na UFS
Angelo Roberto Antoniolli
Há duas situações que devem fazer os gestores públicos deixarem a zona de conforto, se nela eles estiveram abrindo os braços e esticando as pernas. A primeira é a necessidade de planejamento, para fazer face às demandas presentes e futuras, a curto, médio e longo prazo. A segunda é encontrar caminhos nos momentos de crise.A Universidade Federal de Sergipe assentou-se no Campus de São Cristóvão no início dos anos 1980. Grande parte de sua infraestrutura remanesce do passado já longínquo. Foi assim, por exemplo, com o esgotamento sanitário. Na nossa primeira gestão como reitor, conseguimos... +Informações
Um momento para partilhar
Angelo Roberto Antoniolli*
As pessoas devem viver em torno do que acreditam, buscando aplicar na prática da vida profissional e pessoal tudo aquilo que se constitui em valores e princípios éticos que defendem e que almejam ver disseminados na sociedade.A vida de um farmacólogo lavrada na atividade docente, manipulando plantas, poções e fórmulas, assimilando conhecimentos e inovações, mas, acima de tudo, predispondo-se a apontar caminhos aos alunos, já é, por si mesma, encantadora. E o encanto reveste-se do zelo e da dedicação, especialmente quando a sala de aula e o laboratório não servem como uma espécie de “zona... +Informações
Mais energia e menos despesa para a UFS
Angelo Roberto Antoniolli*
A Administração Pública, quer seja direta, quer seja indireta, nas três instâncias federadas, deve ser eficientemente planejada e, a partir daí, deve executar as correções de rumo, ou seja, as necessárias adequações, a fim de atender as demandas que vão surgindo. Como é do conhecimento geral, o campus da Universidade Federal de Sergipe em São Cristóvão, denominado Cidade Universitária Professor José Aloísio de Campos, começou a funcionar no início da década de 1980. E lá se vão 37 anos. Algumas adequações foram implantadas em sua infraestrutura, mas, muito mais do que as adequações, foram... +Informações
A UFS e o TRT
Angelo Roberto Antoniolli*
Ao longo de nossa gestão à frente da Universidade Federal de Sergipe, estando há menos de um ano do segundo mandato, como nos fora confiado pela comunidade acadêmica, temos procurado manter várias parcerias com entidades e órgãos públicos, os mais diversos. Do mesmo modo, temos procurado o apoio de agentes públicos e políticos, nos Poderes Executivo e Legislativo. Sobre isso, aliás, já publicamos, aqui, no JORNAL DA CIDADE, alguns artigos.            Entendemos que a prática administrativa deve nos levar à busca de soluções compartilhadas sempre que isso for possível e viável. Não podemos... +Informações
Uma área definitiva para o campus do Sertão
Angelo Roberto Antoniolli*
O campus da UFS no sertão sergipano, com sede provisória em Nossa Senhora da Glória, ainda se ressente de uma área onde possa instalar definitivamente. Depois de algumas marchas e contramarchas, em 2015, eis que uma solução pareceu viável de concretizar-se. Trata-se de uma fazenda pertencente à Embrapa. E à Embrapa sediada em Petrolina (PE), apesar de a mencionada fazenda situar-se na confluência dos municípios de Nossa Senhora da Glória e Feira Nova, mais para este do que para aquele.Ao tomarmos conhecimento da área, pouco explorada pela Embrapa, buscamos o apoio inicial da Embrapa... +Informações
Alice no País das Maravilhas, o Levítico, o goleiro Bruno e o mistério do texto
Oscilene de Souza*
A Poetisa Iara Vieira (1949-2003) Na época da graduação, fui aluna de Iara.Com ela, aprendi o essencial à produção escrita:“Não podemos dizer tudo no texto.O texto há de ter o seu mistério.É isso que faz o leitor ficar, é isso que faz o leitor pensar”.  Cada dia mais atual, a história de Alice no País das Maravilhas, contada há 150 anos pelo professor de matemática Charles Lutwidge Dodgson às irmãs Alice, Lorina e Edith Liddell, às margens do rio Tâmisa, Oxford, continua despertando o fascínio de adultos e crianças. Com o pseudônimo de Lewis Carroll, o britânico Ddogson entraria para a... +Informações
Cresce tensão fundiária na região do Baixo São Francisco em Sergipe
Por Michele Amorim Becker e Evaldo Becker*
As belas paisagens que compõem a foz do rio São Francisco voltam a ser cenário de ameaça e de violência por parte de fazendeiros sobre comunidades ribeirinhas. Apesar da região ser palco de litígios que correm na justiça desde 2011, e cujo processo encontra-se em tramitação na 9º Vara da Justiça Federal, em Propriá, a comunidade ribeirinha do Saramém, localizada no município de Brejo Grande, sente-se desprotegida pois, desde a semana passada, vem sofrendo ameaças de destruição de suas casas de taipa.Segundo relatos de moradores do povoado, em sua maioria pescadores artesanais que retiram... +Informações
Israel Roberto Barnabé
André Mauricio Conceição de Souza*
Não precisa ser muito religioso para saber as características e as diferenças entre um santo, um anjo e um mero pecador mortal. Eu sou um exemplo típico deste último, mas Israel, tive dúvidas desde quando o conheci. Descobri que não era um santo, quando recusou comer uma buchada, sarapatel ou qualquer comida carregada, como chamamos aqui no nordeste. Isso santo tem que fazer. A cada dia que o encontrava tinha mais certeza que mero pecador mortal ele não era e mais certeza também eu tinha que ele era um anjo. E assim, convencido disso, aprendi a ter um grande prazer em ter sua amizade. Fui... +Informações
Homenagem ao professor Israel Roberto Barnabé
*Maria Amália Vargas Façanha e Nelcivânia Oliveira Reis
Em 2009, nossa universidade recebia o professor Israel Roberto Barnabé em seu quadro de professores efetivos, através do Departamento de Relações Internacionais, na época, ainda Núcleo de Relações Internacionais. Contribuiu para a consolidação do seu departamento também como vice-coordenador (2010-2012) e como coordenador (2012) com sua vasta experiência como doutor em Ciências Sociais (Universidade Estadual de Campinas/Unicamp), com tese na área de Relações Internacionais, e como mestre em Sociologia (Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho/Unesp). Em 2016, iniciou outra... +Informações