Sex, 15 de outubro de 2021, 17:37

Profissionais da limpeza da UFS participam de capacitação sobre o retorno das atividades presenciais
Auxiliares de limpeza de todos os campi estiveram presentes no curso
Cerca de 170 profissionais participaram da atividade. (fotos: Adilson Andrade/Ascom UFS)
Cerca de 170 profissionais participaram da atividade. (fotos: Adilson Andrade/Ascom UFS)

A Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas da Universidade Federal de Sergipe, por meio da Divisão de Assistência ao Servidor (Diase), promoveu uma capacitação voltada aos auxiliares de limpeza que trabalham na instituição. O curso teve foco no avanço da UFS para a fase 2 do Plano de Retomada Gradual das Atividades Presenciais.

O treinamento foi realizado no auditório da Didática 7 do campus de São Cristóvão. Cerca de 170 profissionais terceirizados de todos os campi da universidade estiveram presentes.


O curso teve foco no avanço do Plano de Retomada Gradual das Atividades Presenciais
O curso teve foco no avanço do Plano de Retomada Gradual das Atividades Presenciais

Esse foi o primeiro de uma série de seis módulos para alinhamento da equipe. De acordo com a chefe da Diase, Franciley Santos Leite, o cronograma com as próximas datas ainda será definido e comunicado. “A gente vai falar sobre o manejo de resíduos contaminados, a correta limpeza e outros temas. A empresa colaborou bastnte e trouxe profissionais de outros campi e o pessoal interagiu bastante. Considero o primeiro encontro excelente e espero que os outros sejam melhores ainda”, observa.


No total, serão realizados seis encontros com novos treinamentos
No total, serão realizados seis encontros com novos treinamentos

Além da apresentação do Protocolo de Biossegurança da UFS, houve reforço no pedido para que todos continuem adotando o máximo de cuidado e o uso dos equipamentos de proteção individual. “O combate não se faz de forma individual. Ele é coletivo e por isso nós estamos aqui com essa percepção de que cada um é parte integrante do combate à covid-19, trabalhando de forma ordenada. Essas pessoas tem um alto grau d exposição pelo serviço de limpeza e higienização e aí vem a necessidade de discutir o Protocolo de Biossegurança da universidade”, explica Marcos André Guedes, chefe da Divisão de Segurança do Trabalho da UFS.


Marcos André Guedes é chefe da Divisão de Segurança do Trabalho da UFS
Marcos André Guedes é chefe da Divisão de Segurança do Trabalho da UFS

Maria Creuza Santos é terceirizada na UFS há quase três anos e participou da atividade. “Achei maravilhoso para que a gente possa se prevenir. A partir de hoje vou ter mais cuidado, usar sempre luvas, máscara e lembrar de manter o distanciamento social”, fala Creuza.


Wallas Bruno Lira: "O conhecimento não deve para ficar guardado no bolso"
Wallas Bruno Lira: "O conhecimento não deve para ficar guardado no bolso"

Além da Diase, o Departamento de Avaliação e Assistência ao Servidor (Daas), o Serviço de Saúde Ocupacional (Sesao) e a Divisão de Segurança do Trabalho (Diset) foram os setores envolvidos na capacitação. “O conhecimento não deve ficar guardado no bolso, então passar o que sabemos é bom para nós e para quem recebe. Essa interação agrega e é fundamental para a continuidade dos serviços prestados”, ressalta o técnico em segurança do trabalho da Diset, Wallas Bruno Lira.

Letícia Nery – Ascom UFS

comunica@academico.ufs.br


Atualizado em: Sex, 15 de outubro de 2021, 18:01
Notícias UFS
Covid-19
Nota de esclarecimento
A UFS esclarece que não está ocorrendo um surto de covid-19. Casos detectados estão sendo monitorados